Abrir menu

Blog da Kube.

Felipe Cohen

5 dicas para propiciar uma boa experiência sensorial ao consumidor

Frequentemente, as pessoas reagem com alegria, drama ou alguma outra emoção (que não era, necessariamente, a intenção dos arquitetos ou designers) ao conhecerem novos espaços e ambientes. Entretanto, é possível projetar para o fortalecimento dos laços e conexões emocionais com os clientes. Confira essas 5 dicas para propiciar uma boa experiência sensorial ao cliente:

1. Inspire todos os sentidos - Nenhuma experiência se torna memorável se ela não impactar para além da visão. Aromas, texturas, temperaturas e sabores têm um papel fundamental para uma experiência marcante. Fazer uso da arquitetura sensorial levará o cliente a se sentir como se pertencesse àquele lugar e há grandes chances do lugar persistir em sua memória.

2. Design em primeira pessoa – É fundamental construir uma experiência pensando como o cliente – deixe de lado os gostos pessoais ou experiências de quem projeta. Descrever a experiência em primeira pessoa é ainda melhor para sentir o projeto, algo do tipo "toda vez que vou àquele lugar, me sinto impelido a competir e vencer". Ao projetar pensando no cliente, é importante considerar como ele se sentirá naquele espaço.

IMG_9232.JPG

3. Hábitos e rituais - A experiência que você deseja inspirar deve, primeiramente, estar ligada aos padrões comportamentais do seu consumidor alvo. Ela deve estar de acordo com (ou, se for o caso, ir propositalmente contra) os hábitos e rituais dos consumidores muito além da venda em si.

4. Crie ordem a partir do caos – Frequentemente, o foco dos varejistas é fazer com que as lojas sejam mais intuitivas e fáceis de serem compreendidas a fim de alavancar as vendas. Mas o "caos" resultante da exposição de diversos produtos e opções atrativas podem render grandes efeitos aos sentidos dos consumidores.

5. Amplie a jornada -  O designer não deveria limitar seu desafio apenas à experiência dentro da loja. A experiência do varejo é contínua e cada passo na jornada do consumidor tem um impacto mensurável.

Fonte: Design Retail Online

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais: